Distância não significa nada quando alguém significa tudo

♪ Clique aqui para ouvir a Playlist Milene da Mata no Spotify enquanto lê os textos ♥

Só quem já viveu um, sabe: relacionamento à distância não é nada fácil. Eu já vivi e ainda vivo alguns: amigos à distância, família à distância, não importa o grau de parentesco, é sempre muito difícil. A verdade é que se você quer uma pessoa bem, você a quer bem perto. Mas quando o relacionamento em questão é amoroso e quem está longe dos olhos é o seu namorado/noivo/marido, aí sim o nível de dificuldade é elevado à décima potência e ganha um novo nome: desafio. Um desafio dividido em, basicamente, seis etapas:

Etapa 1 – Negação.
Você tenta se convencer de que, assim que vocês se separarem, tudo estará acabado. “Não existe amor que supere essa distância”, você pensa. Muitas de suas amigas concordarão com esse seu primeiro pensamento, e então está decidido: é o fim.

Etapa 2 – Insegurança.
Ele diz que quer tentar. Você (desesperadamente) também. Você não quer perdê-lo, mas também não quer perder o seu tempo. E é consumida pelo medo de não saber lidar com a distância, do que os outros vão pensar e, lógico, de ser traída! “Porque, sabe como é, homem não aguenta muito tempo sem uma mulher por perto…” e essa é a frase que vai ecoar durante toda esta etapa (que de todas as seis, é a pior!). Mas, não se preocupe! Nem tudo está perdido e você terá algumas boas amigas para te ajudar a superar esta fase.

Etapa 3 – Confiança.
O pior já passou. Vocês decidiram manter esse relacionamento à distância e não têm outra opção: terão que confiar um no outro. Você nunca poderá conferir se ele está mesmo onde diz estar. Não terá acesso ao celular dele. E é neste momento que o relacionamento amadurece e atinge um estágio que muitos casais não conseguem convivendo diariamente: você passa a acreditar no que ele diz, e vice-versa.

Etapa 4 – Ciúmes.
Não é porque você confia, que deixa de ter ciúmes. Você sente ciúmes dos amigos dele (das amigas, nem se fala!), dos colegas de trabalho e de qualquer pessoa que esteja mais próxima dele que você. Não se trata mais de insegurança, é ciúmes mesmo, pois eles têm algo que você não tem: a presença dele.

Etapa 5 – Saudades (esta etapa, na verdade, antecede a etapa 1 e permanece, paralelamente, em todas as outras).
Sair com amigos solteiros não lhe cai bem, pois você é comprometida. Sair com amigos comprometidos é um tanto pior, pois estar no meio de casais apaixonados te faz lembrar ainda mais a falta que ele te faz. Então você começa a trocar as baladas pelo skype (ou qualquer outro meio de comunicação que te deixe mais próxima dele). A saudade dói e não tem jeito de não doer, mas aos poucos vocês vão aprendendo a lidar com ela…

Etapa 6 – Criatividade.
Nenhum casal é mais criativo do que aquele que namora à distância. Você tem guardado um frasco do perfume dele, e ele te observa dormir pela tela do computador. A ausência dói sim, mas ao mesmo tempo te faz valorizar muito mais o relacionamento de vocês. E quando chega nesta etapa, ficar longe não se torna mais fácil, mas vocês encontrarão as formas mais criativas de demonstrar o amor que sentem um pelo outro, e se farão presentes, mesmo ausentes.

E mesmo superando todas essas etapas, muitas pessoas duvidarão deste amor. E falo com propriedade, pois vivi um relacionamento à distância Curitiba-Paris por quase dois anos. Hoje ele mora aqui, no Brasil, nós casamos e todos acham a nossa história muito linda (e é!). Mas me recordo bem, que enquanto ele estava e eu , 95% das pessoas (mais precisamente 97%) duvidava que fosse dar certo. Mas deu, porque nós acreditamos que daria!

E agora que eu estou vivendo o pós-relacionamento à distância, consigo ainda me lembrar da saudade doída de quando estávamos longe um do outro, e daquela sensação de “fim do mundo” a cada despedida… mas vejo também muitas vantagens: além da confiança que se estabelece, quem namora à distância sabe o que é ter um namorado-melhor-amigo, pois vocês conversarão sobre tudo e sobre todos sempre que tiverem a oportunidade. Quem namora à distância sabe o que é receber uma carta de amor, valoriza os momentos juntos e reconhece a intensidade do verdadeiro sentimento: pois se vocês estão próximos, mesmo quando estão longe, então é amor! Como diria a música: “quem foi que disse que pra tá junto, precisa tá perto?” (ouvi infinitas vezes…). E quando tudo parecer muito difícil, lembre-se: existem casais que se veem todos os dias, mas estão muito mais distantes que vocês dois.

Não é fácil ter longe dos olhos quem está dentro do nosso coração, mas se eu puder te dar um conselho, que seja este: não dê ouvidos às más línguas e esqueça as fronteiras. “Amar nunca foi um país!” 

 Clique aqui para conhecer o meu canal no YouTube e assistir ao video “Namoro à Distância” com várias dicas!

Clique aqui para se inscrever no meu canal do YouTube 
E vem me acompanhar também no Instagram: @milenedamata e @aterapiadealice ♥

Something is wrong.
Instagram token error.

113 thoughts on “Distância não significa nada quando alguém significa tudo”

  1. Olá Milene! Como vai?

    Eu vivo um relacionamento a distância já tem 3 anos. Namoro a 4 anos, mas vivo longe a 3. Tudo bem q a distância são só 174km e não outro país como aconteceu com vc, mas distância é sempre ruim. Não vejo o meu namorado sempre, principalmente nos dias q eu preciso dele. Sabe, aqueles dias de mulherzinha que vc tá carente e precisa de um abraço dele? Então, geralmente passo esses dias sempre sozinha. É bem difícil não ter o seu amor por perto. Mas ao mesmo tempo q eu tenho ele longe, eu tenho ele perto. E a gente se conhece tão bem q só pelo jeito deu escrever uma determinada palavra ele sabe se eu tô brava ou feliz ou triste.
    Eu acredito que exista o amor verdadeiro. E como ele existe, independente da situação, os dois conseguem enfrentar qualquer problema ou qlqr distância.
    Parabéns pelo seu noivado! 😀 espero q logo eu possa dizer q a minha distância tbm acabou 🙂

    1. Olá, Beathriz!
      Muito obrigada pelos parabéns e pelo comentário!
      Com certeza, com muito amor, você e seu namorado continuarão superando essa distância. Mas estarei torcendo para que ela acabe logo! 🙂 um beijo!

      1. Oii meninas!! Foi ótimo ler esse texto, pois meu namorado irá para Europa daqui mais ou menos um mês, apesar de estarmos namorados a apenas 5 meses e estarmos juntos a 11 sinto que esse é o relacionamento mais saudavel que tive, alem de namorados somos companheiros. Sinto um aperto no peito quase todas as noites e na grande maioria das vezes me pego chorando, vão ser os 6 meses mais doídos, mas rezo toda noite p que passe rápido, a verdade é que já sinto falta dele antes dele ir.. Se vocês puderem me dar dicas de como enfrentar e ideias criativas do que fazer p ele quando ele estiver lá eu agredeço. E muito amor para todas nós que estamos passando, ja passaram ou irão passar ❤️

        1. Anne, vi que o seu comentário já tem um tempinho, como vc lidou com isso? Pq eu tô na mesma situação, o meu boy vai viajar essa semana e eu tô com o coração apertado pra caramba =(

          1. Oi Chris
            Vivi um relacionamento a distância durante 13 meses, foi tão intenso e sofrido ao mesmo tempo, mas o que nos ajudou muito foi a cumplicidade que tínhamos e a confiança, a torcida.
            Eu mandava SMS, emails, fotos do dia a dia, dizendo coisas como só pra você lembrar do meu sorriso. Se eu via algo que lembrava dele mandava foto e dizia que lembrava dele, e ele fazia o mesmo, mas acho que o que acalenta o coração mesmo são as cartas, as cartas de amor enviadas, a emoção começa ao escrever, depois pôr no correio, ficar na expectativa.
            As comemorações de namoro que são as piores também, ficar longe quando você quer dar um presente e abraça-lo, mas é ótimo quando pudemos dar uma surpresa e sabe o que é melhor as coisas na Europa e EUA são mais divertidas de presentear, você compra na NET, manda recadinho e no dia vocês se veem.
            Faça jantares se vocês forem morar sozinhos e comam se olhando via skype, tentem ir a sessões de cinema no mesmo horário, ou se o fuso for muito grande, vocês vão no mesmo dia, assistam séries.
            Eu saia muito com meus amigos e até sozinha também, ia a um bar ouvir musica e beber um pouco.
            Quando ele retornou parecia que havia passado um final de semana não 13 meses
            Agora irei para fase 2 do relacionamento a distância que é a Europa e o fuso de 5 horas.
            E uma coisa é importante, não dê ouvidos as pessoas elas vão querer fazer de tudo para que vocês desistam, você vai ficar insegura, vocês vão acabar discutindo e discussão em um relacionamento a distância não é fácil.
            Espero ter ajudado se quiser manter contato meu e-mail é: kellymrufino@gmail.com

      2. Oii meninas!! Foi ótimo ler esse texto, pois daqui mais ou menos 6 meses meu namorado irá estudar na europa e ficará seis meses lá, a verdade é que já sinto saudade, nas noites as vezes me pego pensando e me da uma angústia, apesar de estarmos 11 meses juntos e 5 namorando tenho a certeza que nosso relacionamento é muito saudável, sei que vai doer, e queria algumas dicas de como enfrentar e o que fazer p ele quando ele estiver lá, algumas demonstrações de “amor to aqui pensando, te esperando e te amando mais ainda” hehehe agradeceria mto do fundo do meu coração.. Muito amor para todas nós, as que ja passaram, as que vão passar e as que estão passando ❤️

  2. Eu vivi um relacionamento a distância quando a internet não era uma opção tão fácil quanto é hoje em dia! E mesmo assim, existiam formas criativas de “manter o relacionamento”. O amor é lindo!

    1. <3
      E depois viveu um pouquinho (ainda que como ouvinte) um outro relacionamento à distância Curitiba-Paris, que eu sei! hehehe! A propósito, você faz parte dos 3% não citados neste texto (porém, jamais esquecidos!).

  3. Pior que é bem assim mesmo. No meu relacionamento, não chega a ser distância entre países, mas são 600 km que nos separam. Durante quatro anos, e até hoje – já noivos – ouvimos de muitos que não dá certo, que a distância afasta o amor. E nós provamos a cada dia que a distância não afasta, mas fortalece. Se for verdadeiro, dará certo. Me identifiquei muito com o texto, adorei. <3 Que bom que a distância para você terminou. Eu ainda estou na luta, mas em breve, se tudo sair conforme o planejado, não viveremos mais de distâncias. *-*

    1. 600km já é bastante coisa, não é mesmo? Mas você tem toda razão: quando é verdadeiro a distância não afasta, fortalece! Espero que logo acabe a distância para vocês também, mas enquanto estiverem lidando com ela não ligue para o que os outros falam… Só vocês dois sabem o quanto é sincero este sentimento <3
      Muito obrigada pelo seu comentário! Beijos!

  4. Meninas, to adorando o blog! Parabéns pela iniciativa, to torcendo! 🙂 Já me identifiquei com muitos textos que vocês fizeram, mas este ainda mais. Tive um namoro Brasil-Itália por 2 anos e concordo com tudo o que vc disse! Não é fácil, mas eu sempre falava para os 97% que todos deveriam ter pelo menos um namoro à distância. Como é bom saber que aquilo tudo é verdadeiro (pq se não fosse já teria acabado) e como é bom poder confiar! A gente sofre bastante, mas tem suas vantagens. Hoje sou casada há dois anos e posso dizer que o período que estivemos separados foi essencial para o que somos hoje! Beijo meninas, até o próximo texto!

    1. É exatamente como eu me sinto! Superar a distância foi muito difícil, mas digo sempre que hoje o que temos não estaria dando tão certo, se não fosse esse período que passamos longe. Concordo com você, todos deveriam ter pelo menos um namoro à distância! 😉 Obrigada pelo comentário e pela torcida! Continue acompanhando! :} Um beijo!!!

  5. Oiiii, meninas…sou casada e no momento “moro” a 160 km do meu marido. Passo a semana no Rio enquanto ele fica em Cabo Frio. É difícil, sofrido, pois quando precisamos nos mudar (por causa do trabalho dele) já tínhamos um ano de casados. Eu não pude ir totalmente, pois faço doutorado em uma instituição, e não pude abrir mão dele! 🙁 Tentamos manter a confiança um no outro..mas aquela pontinha de ciúmes é previsível. Quando estamos juntos ficamos grudados o tempo tooodo. Ainda tem o lance de, pelo fato de a nossa casa ser perto da praia, temos visitas quase todos os fins de semana..mas tentamos limitar e explicar aos mais chegados a nossa situação. Ficaremos assim por tres anos..que é quando ele voltaria pro Rio…espero que consigamos passar por essa fase turbulenta (rs!) sem muitos problemas. E que o nosso amor fique ainda mais sólido. Beijo

  6. Oi, meninas! Parabéns pelo blog!

    Namoro há 9 meses, com um pouco mais de 420km de distância.
    O lance da saudade sempre rola, mas acho bem válido o pensamento de que o relacionamento amadurece e aproxima mais o casal, a criatividade é maior também e graças à tecnologia dá pra ficar com o coração mais tranquilo.
    Felizmente quando completarmos 1 ano juntos, ele voltará a morar em São Paulo. E pela primeira vez eu sinto o tempo passando mais rápido (geralmente quando a gente quer que um dia chegue mais rápido ele demora, né? Haha).
    Como vocês disseram, não há um segredo para que um relacionamento à distância dê certo (até porque já tive um que foi totalmente desgastante). Vai da boa vontade de ambos querer estar junto e fazer o possível para que mesmo longe se faça presente na vida do outro.

    Beijo!

  7. Amei o texto gata.. entrei pelo das mulheres curitibanas e vi esse embaixo. Eu namoro a distância não é muito longe mas a gente não consegue se ver com freqüência devido as correrias do dia a dia eu trabalho ate nos sábados e estou terminando a facul e ele também estuda e joga handebol profissional, já tentei outros namoros a distancia e não deu certo, mas mesmo com a incerteza por conta disso estou com ele pois ta tudo lindo apesar de ser começo estamos a quase 3 meses. Queria pedir uma matéria sobre diferença de idade num relacionamento 😉 eu acabo sempre me envolvendo com garotos mais novos não por opção mas porque acontece mesmo .. faz pra gente e me manda email avisando p q eu veja? 🙂
    Obrigada e sucessoooooo

  8. Namoro há 2 anos e 4 meses, sou de Curitiba e ele do Rio de janeiro! São quase 1000 km que nos separam! Nós vemos em média, cada 30/40 dias… é terrível conviver com isso, é creio já estar na etapa 3 desse texto… dói muito aquando temos que nos despedir! A sua história serve pra me fortalecer e aumentar ainda mais a minha esperança que um dia essa agonia há de acabar… Boa sorte pra todas nós, mulheres fortes q suportam as saudades…

  9. NAMORO A DISTANCIA A QUASE UM ANO ,MAS SINTO TANTA FALTA DE UM ABRAÇO QUE PEDI PARA MEU NAMORADO A DISTANCIA DEIXAR EU VOLTAR COM MEU EX ,QUE ESTA MAIS PROXIMO ,ELE PERMITIU E SOMOS FELIZES EU E MEU EX, E ELE LONGE VIROU MEU AMIGO ,GRANDE AMIGO NAMORADO PORQUE O IMPORTANTE E O QUE IMPORTA BJSSSS;;;;

  10. Olá, sei tbm como é um relacionamento a distância, vivi por mais de 6 meses com meu namorado na Bolívia (e eu no RJ). O sonho dele de ser médico se tornou meu tbm! Me vi em cada tópico! Rsrs Somos cúmplices nisso, hoje em dia ele já voltou mas creio q a distancia continuará pois o sonho ainda não se realizou… rs Só foi preciso dar um tempo agora, ainda faltam 3 anos… Boa sorte para todas nós e parabéns por relatar tão bem um caso de amor verdadeiro a pesar das fronteiras.

  11. Tenho um namoro a distância São Paulo-Nice, na França também e somos muitos felizes mesmo separados. Temos certeza do que queremos e planos para daqui um ano estarmos juntos. Quando a saudade aperta o skype ajuda, e muito! Adoro ler histórias como a sua, porque a maioria das pessoas ao nosso redor não acredita. Só nós pra sabermos o quanto gostamos um do outro. Sorte a nossa que temos essa oportunidade!! Sucesso

  12. amando os texto me identificando muito so acho que deviam ter mais kkk. esse lance de relacionamento a distancia da certo sim eu casei e tive filho de um amigo virtual nos vimos ja namorando ele ja veio de mala pra ficar na minha cidade e td mais .. nao deu certo mas matemos amizade temos um filho lindo , la estou eu num novo relaionamento a distancia tmb nao o vi ainda ele vem me ver dia dos namorados estou gostando muito deele e acredito q ele tmb pois falo com a familia dele toda falamos em casar e td mais.

  13. Meninas, esse texto é perfeito…eu também vivo um relacionamento à distância, minha história só é um pouquinho diferente pois estávamos com 9 anos de namoro quando ele foi trabalhar em Recife e eu fiquei em São Paulo, todas essas etapas foi vivenciada com maior intensidade por ele! O ciúmes foi o mais complicado….mas em resumo…são 12 anos de namoro, uma amizade sem limite e uma cumplicidade que é só nossa…
    Estamos muito bem e planejando ficar perto de um jeito só nosso…

  14. Parece uma narrativa do meu relacionamento, mas dentro do Brasil mesmo. Moro no interior de Minas e minha namorada, apesar de ser daqui, foi para o Rio estudar. E nesses 4 longos anos de namoro a distancia, nosso amor só tem aumentado. Como formamos juntas, e só ano que vem, as alianças estão guardadas… por enquanto rs

  15. Ah… e Parabéns pelo noivado! Existem mais contras do que prós em um relacionamento assim, que quando dá certo, merece toda felicidade dessa vida.

  16. Eu vivi um relacionamento a 400km de distancia por quase 2 anos, que foram eles: MINHA GRAVIDEZ E O PRIMEIRO ANO DA NOSSA FILHA.. E eu só tenho uma coisa a dizer, tudo isso ai triplica quando se coloca um filho no meio,e como dói!
    Hoje ela já está prestes a completar 3 anos, ainda vivemos a 1 hora de distancia (o que não é nada comparado com o que era antes), e só de saber que posso ve-lo todo fim de semana, sendo que antes eu rezava pra poder ser todo mês..
    E quando eu penso que sofro com a distancia, olho pra minha filha, que não entende tão bem como nós isso de não poder estar perto, que já ficou doente, acordou gritando no meio da noite, e parou de comer por falta do pai, aprendeu os dias da semana, pra sorrir ao dizer que SEXTA É DIA DE VER O PAPAI, que gruda no domingo pois já sabe que é dia de despedida!
    Ai como mãe eu sofro 3 vezes, POR MIM, PELA FILHA LONGE DO PAI E PELO PAI LONGE DA FILHA 🙁
    Distancia é aquela tal da coisa que eu não desejo pra ninguém!
    Adorei o texto, é tudo a mais pura verdade, e por passar o que relatei acima, até chorei!

  17. Lindo texto,parabéns.
    Namoro a distância,faz um mês que mudei da cidade aonde eu morava,de fato já tínhamos um relacionamento a distância pois ele morava em uma cidade próxima e nos víamos só no final de semana. Porém agora nos veremos a cada 2 ou 5 meses.
    Digamos que ainda estou na segunda fase Kkkk,muito difícil,mais pelo amor vale a pena,se Deus quiser teremos um final feliz assim como o seu.

  18. Milene!! Morri com esse texto. Muito fofo, muito bem escrito, muito ‘meu’.
    Também vivo um relacionamento Curitiba – Paris, que começou nos pés da Torre Eiffel, o plano é ele vir morar no Brasil (…).
    Acredito ter mais pessoas acreditando no meu romance do que você tinha, mas mesmo assim é muito difícil.
    Fico muito feliz em saber que é sim possível, que contos de fada existem e que nós podemos ser as princesas.

    Feliz dia dos namorados ao casal! Parabéns pelo desafio vencido!!
    Bj

  19. Sabe, estou preste a começar um relacionamento a distância, estou no começo de um relacionamento, o namoro a 2 meses, moro na Florida-USA, e ele veio para estudar e está indo embora novamente, para o Brasil… Previsão para voltar só depois de fevereiro, isso se tudo der certo…. Ficamos muito amigosc conversamos de tudo, oramos juntos, sonhamos…mesmo tendo pouco tempo de relacionamento…. Mas eu tenho tanto medo, apesar de saber que Deus está no controle de Tudo… Só que saber que com você deu certo, me trouxe um pouco mais de esperanca, oro para que dê certo pra nós dois também, ja e indo falta dele sem ainda nem mesmo ele ter ido….

    1. Oi Caroline, muito obrigada pelo seu comentário! ♥ O relacionamento à distância não é fácil e requer muita confiança e paciência, mas se vocês estão colocando nas mãos de Deus, pode ter certeza que dará certo! Estou torcendo por vocês! Grande beijo ;*

  20. Li até mesmo os comentários ! Estou passado por isso e infelizmente n tenho um prazo p ver meu namorado q atualmente mora na Austrália , faz um mês o q p eu apaixonada é uma eternidade … Procuro respirar fundo p superar a distância ,torço muito por ele , e mentalizo mta positividade entre nós .. Sinto falta dele todos os dias e tudo isso q li , parece q foi p mim mesma … Espero q com toda minha alma nosso sentimento seja maior a cada momento .. Pois vou esperá-lo seja vindo p cá , ou Deus permitindo de eu ir p lá ! Obrigado pelas palavras e sempre q eu precisar ouvir conselhos e inspirações voltarei aqui !!

  21. Ola

    Estou num relacionamento a distancia ha 3 anos, os dois primeiros anos foram eu em Londrina-PR e ele em Tokyo, Japao. Agora eh eu em Campinas-SP e ele em Londrina-PR.
    Quando ele recebeu o convite para trabalhar na empresa de Tokyo decidimos terminar o namoro, mas nos viamos todos os dias por causa do trabalho, nao conseguimos terminar o namoro e assim chegou o dia da viagem. Resolvemos nao terminar e tentar a distancia mesmo.
    Depois de 4 meses q ele foi, eu fui para o Japao passar minhas ferias, mas depois ficamos um ano sem nos ver fisicamente, quando ele voltou para o Brasil nas ferias.
    Ele retornou do Japao em agosto e eu jah havia me mudado para Campinas.
    Brinco q gracas a Deus vivemos no seculo XXI e q podemos nos aproximar com a ajuda da tecnologia, skype, facebook, whatsapp, facetime, email, etc… rs

  22. Eu estou vivendo um relacionamento a distância a 4 meses, meu namorado foi para os Estados Unidos e eu vivo aqui no Brasil.Moramos um tempo juntos quando ele ainda estava morando aqui e agora foi morar lá de vez.Nossaaaaaa é muita dor de não ter mais aquela rotina,dormir e acordar juntos,ir a festas juntos,ficar em casa assistindo filmes.Eu tentei tirar o meu visto para mas me foi negado,frustração enorme e muita muita tristeza.Vou tentar novamente o visto,mas medo outra vez que seja negado.Ele talvez venha no começo do ano,espero que sim,pois esta muito difícil toda essa distância,é mt ruim viver sem ele 🙁 . Eu rezo todos os dias para que ele não conheça ninguém por lá e me esqueça,afinal a vida dele agora é lá.

  23. Milene adorei o texto , namoro a seis meses , Moro no MT e ele em SP. Me identifiquei muito , é muito bom ler finais felizes rs , assim nos da mais animo e esperança pra superar toda a dificuldade.

  24. Para mim e minha Juliana, tem sido desafiador cultivar nossa relação com a distância kilométrica entre nossas cidades. Temos passado por várias dessas etapas. Por vezes sentimos o desgaste que o não estar próximo nos causa. A distância se disfarça de ansiedade, medo, culpa e tantas outras máscaras. E apesar de todo esse sofrer, ainda sinto o frio na barriga como senti em nosso primeiro encontro. Lutamos juntos, ela Lá e eu cá para superar os desentendimentos, a carência, as frustrações. Admiro muito a força de caráter da minha menina. Me surpreendo com suas atitudes como mãe. Me encanta seu modo de pensar. Me atrai seu jeito de amar. Essas características criaram um vínculo tão forte entre ela e eu, que nos sentimos à distância. Se doi a cabeça de um, no mesmo instante o outro sente que há algo errado. Somos felizes assim, distantes fisicamente. Passamos até 8 horas no telefone. Nos comunicamos todos os dias. E logo, logo se sentirmos saudades, bastará voltar para casa e sorrir um para o outro.

  25. Morri de chorar com o texto, é isso que estou vivendo… Não é nada fácil, mas a sensação que dará certo e maior que todos os obstáculos.

  26. Olá…
    Vivo um noivado a distancia há quase um ano.. Ele é militar e fez questão de sair daqui meu noivo pois qria q onde quer q ele passe tdos olhem para a aliança no dedo dele. Tem sido mt dificil pra mim, sinceramente, mas ta passando rápido e os reencontros são tipo história de filme americano rs. Mas eu sinto nosso relacionamento mais forte sabe. No total são 4 anos juntos e os 3 primeiros nos vendo tdos os dias, de segunda a segunda, e neste ultimo nos vimos apenas duas vezes… a distância não é de um país a outro.. eu estou no Rio e ele em Pernambuco.. mas esse foi o ano do amadurecimento, da confiança mútua, da paciência.. rs .. Eu acredito q essa dor de hoje será substituida logo por um sorriso com ar de “conseguimos”… amei conhecer a sua história.. foi inspirador .. beijão

  27. Olá, estou encantada por “Terápia de Alice”, todos os dias tenho que ler algum texto, já considero essa página como minha consulta de terapia diária. Vivo um relacionamento a distância, quando Ele me pediu eu namoro eu aceitei, mas quando ele foi em borá eu vi o quanto eu sou louca, não apenas louca de ter aceitado esse namoro a distância mas louca por gostar dele e acreditar que daremos certo. Realmente, distância não significa nada, mas a saudade, dor e medo de perder parece que nunca acaba. Quando recebo a ligação do meu amado é como eu me apaixonasse pela primeira vez, mas na hora de desligar o telefone da um aperto do coração e uma vontade incontrolável de chorar… Sei que estamos distantes e só iremos nos reencontrar em Dezembro. Apesar do que as pessoas falam tudo pra eu acreditar que não vamos dar certo, eu preciso acreditar nele melhor que ninguém.

  28. Ai meu Deus, estou aqui chorando rios. Vejo muitas verdades em cada frase desse texto maravilhoso. Meu coração chega está apertado ao fazer esse comentário. Eu e o meu namorado estamos juntos a 3 anos, e a 2 anos e meio namoramos. A 1 ano e 2 meses atrás ele formou e voltou pra cidade dele. Já eu tinha acabado de trocar de curso e começava novamente minha vida acadêmica. E foi ai que fomos separados por 1600 km de distância, 34 horas de viagem (pois não existe aeroporto em nem uma das duas cidades)), e momentos da vida completamente diferentes. A no inicio ele não aceitava a ideia de um namoro a distância de forma alguma. Até que decidimos que mesmo com a distância nos completávamos. Passei e ainda estou passando por todas essas etapas. Ficamos 6 meses sem nos vermos, até que o tão esperado reencontro aconteceu agora em junho. Passei 1 mês todinho com ele, e estou extremamente feliz, pois estamos em um momento ótimo do relacionamento, tudo vai muito bem. Com o tempo, aprendemos a aceitar e entender muitas coisas. O diálogo tem sido o melhor remédio para os momentos complicados, os planos de um futuro lado a lado começaram a ter inicio, e com linhas ainda cuidadosas estão tomando forma. E sim, tudo que superamos quando vivemos um amor a distância vale a pena. Obrigada por compartilha esse texto maravilho conosco Milene.

  29. Nossa texto lindo e muito verdadeiro, passei por estas etapas e to na melhor onde mesmo longe estamos perto, amo meu namorado e acredito q ele TB me ama muito, a distância não significa nada, quando a pessoa significa tudo.

  30. Sei que esse post tem mais de um ano. Encontrei-o buscando no google.
    Minha situação é um pouco diferente. Nesse mês completamos 5 anos morando juntos. 5 anos de namoro no total, em que já começamos morando juntos (nos conhecemos em uma república), e simplesmente não fazemos a menor ideia de como é namorar sem morar junto, mesmo que fosse na mesma cidade.
    Ainda não casamos e a fase aqui é difícil. Os defeitos um do outro, que já conhecemos a tanto tempo, parecem estar sob uma lente de aumento.

    Agora a situação: quero me mudar de cidade (não sirvo mais para SP – nada contra, sou só eu mesmo), mas ele está bem aqui, emprego e salários bons, construindo carreira. Não posso forçá-lo a largar tudo e vazar comigo, mas eu posso ir. E é aí a questão… Nosso relacionamento sobrevive?

    Começar um relacionamento à distancia é difícil, mas transformar um “morando junto” em “à distância” não parece ainda mais difícil? Ir atrás da minha felicidade e qualidade de vida seria sinônimo de enterrar meu relacionamento?

    Confusa, confusa…

  31. Oi Milene, amei seu texto, é como se o que eu senti vivendo minha história, tivesse sido traduzido palavra por palavra por você.
    Comecei meu relacionamento à distância, sem tê-lo visto pessoalmente, só o conheci após me apaixonar por suas conversas, seu caráter, o que aconteceu 2 anos depois do primeiro e-mail trocado, a nossa distância foi menor, apenas 1340 km, entre Goiânia e Joinville. O nosso tempo de amizade, namoro e noivado foi de 4 anos e meio, somos casados a 7 anos e meio, temos uma linda menina, ele se mudou para Goiânia e até hoje a família dos dois estranha a força do nosso amor, a confiança que temos um no outro, a necessidade de estar próximo um do outro, de não querer se separar e a nossa cumplicidade. Valeu cada lágrima de saudade, de desespero nos aeroportos, se soubesse que o resultado depois seria tão maravilhoso, passaria pela tristeza e a dificuldade de nosso relacionamento mil vezes se preciso.
    Parabéns pela sua história! Ela é linda. Parabéns também pelas suas palavras! Me lembraram do quanto foi bom o meu relacionamento a distância.

  32. Eu namoro a distância a 4 meses,eh irmão da minha melhor amiga,não o vejo ha 12anos ,ele está no Japão e eu aqui no brasil o prazo máximo da volta dele eh fevereiro de 2016 e sim não tem data definida da volta,oq torna difícil demais,nos falamos todos os dias e o texto expõe exatamente oq eu sinto..nunca fui ciumenta mas confesso q está difícil, mas nos falamos quase q o dia todo apesar de 12h de diferença no fuso horário.Realmente a amizade fica mto mais fortalecida,e conversas longas, e nos fins de semana chegamos a 3h direto na chamada de vídeo…espero ter paciência pois o amor está crescendo a cada dia e não vejo a hora desse reencontro….obg por compartilhar sua história, me conforta saber q tem mtos casos q deram certo..

  33. Olá, eu namoro a distância a 1 ano, meu namorado é jogador de futebol, moro em São Paulo e ele em Criciúma-SC. Confesso que foi difícil e conseguimos passar por inúmeras dificuldades, só que agora estamos em uma crise muito difícil, me dói pensar que pode ser o fim, mas tenho certeza que se for pra ser, nada vai impedir! Amei o texto <3

  34. Oi, então, eu li até os comentários, passei por todas essas etapas e ainda passo!
    Estou namorando à distancia são 4.041 km de distância.( ACRE- CAMPINAS)
    E eu menorgulho de dizer que namoro sim, ele é meu primeiro namorado, muitos brincam dizendo ” você foi buscar longe não é ?” kkkk
    Mais fzr o que, o amor esbarrou em mim, e Hj não consigo Me ver sem a presença dele, a parte mais interessante foi da criatividade, realmente inventamos muitas coisas, só pra parecer mais juntos, recebo críticas por isso, minha melhor amiga não apóia isso, mais como o texto disse, temos outras pessoas pra apoiar, não tenho prazo pra ver ele, AINDA NAO!
    Mais depois de um tempo a distância se torna detalhe ( claro que tem dias que choro, de tanta saudade do que nunca Vi), porém no geral, vale mais a Pena, eu e ele estamos mais juntos do que muito casal que anda de mãos dadas por Aê, sabemos valorizar cada mensagem enviada, seja pelo skype, imo, whatsapp, messenger, e um tanto de outros.
    E pra quem ta pensando em comecar esse tipo de relacionamento, e tem tudo pra dar certo, mais a insegurança fala mais alto!
    Fica assim não, eu tbm fiquei assim, mas experimente passar 4 dias sem falar com essa pessoa, se VC não parar quieta (o), não conseguir se focar em nada! Tente! Pq VC pode fzr dar certo, como o texto disse ” O AMOR NUNCA FOI UM PAÍS “.
    E pra quem é cristão, na bíblia diz no livro de coríntios que o amor tudo CRER, TUDO SUPERA, TUDO SUPORTA! Se é amor, VAI DAR CERTO, ORE E VAI DAR CERTO, basta querer!

    Um abraço!

  35. Texto fantástico… Chorei muito quando minha namorada me mostrou… Também estou num relacionamento há distância.. Ela está no Brasil e eu em Portugal… Passamos por muitas fases más.. Medos e carências e impaciente afeta muito.. é distante muito demais enfim… Ambos temos problemas… E neste momento estamos passando por um.. Bem perto do dia que fizemos 8 meses de namoro .(dia 3 de setembro ^ω^ 8 meses). Tudo bem que todos os casais tem fases ruins… Mas eu não aguento ver ela assim.. Me machuca .. E pouco posso fazer para a ajudar… Eu.. Dou minha vida por ela… Eu amo receber os áudios da voz dela no whats *-* e conseguir perceber que ela está feliz… Que está sorrindo.. É tão bom perceber isso… Mais quando ela fica com aqueles status depre.. Meu mundo desaba.. Não consigo ficar bem enquanto ela está assim… Enfim ;-; foi um pequeno desabafo.. Te amo princesa ♡

    E vlw pelo texto… Ajudou bastante :3

    1. Bem Pedro, super te entendo, meu namorado tbm a distância fica mais mal do que eu, quando estou nos dias ruins, mais tudo passa, admiro o relacionamento de 8 meses que VC tem, continue assim, resista as dificuldades …um abraço!

  36. Também vivo em um relacionamento a distância há 1 ano e 8 meses… é bem difícil estar longe, mas senti mais confiante ao ver os depoimentos! Que vença o amor sempre, independente de todos os obstáculos!!

  37. Olá pessoal! Também vivo em um relacionamento à distância a quase um ano e é tão difícil! :/
    Decidi fazer uma vaquinha para fazer a minhas malas e me mudar para Alemanha, e nunca ter que dizer adeus pro meu alemão de novo. Por favor, leiam a minha história, e se não puderem contribuir, ajudem a compartilhar pelo menos! POR FAVOR! Já consegui arrecadar R$ 100,00!

    https://www.vakinha.com.br/vaquinha/amor-verdadeiro-existe-versao-internacional-love-story-trueversion

  38. Caracaaaaaa disse tudo. Chega me emocionei, pois vivi um relacionamento no qual até hoje estou presa nesse sentimento, mas que acabou pela parte dele não querer mas continuar por causa da distancia. Ou seja não era pra ser ! Mas lindo texto <3 lindo mesmo 😉

  39. Olá !! Meu nome é Alice eu estou em um relacionamento a distância, e concordo com tudo o que disse, ira fazer 1 ano que estamos juntos daqui uns meses, e ele vem me ver conforme cada tempo, tem dias que parece o fim do mundo e como você disse que nesses relacionamentos os casais tem criatividade, eu sou muito criativa e sempre que posso demonstrou meu amor por ele, nós conversamos pelo skype, já choramos juntos mas querendo estar perto para enchuga-las uma do outro mesmo estando longe, agente acredita que ira conseguir passar por todos os obstáculos para ficar juntos, todas as dificuldades, porque quando agente quer agente consegue.. Descobri que no meio de tantos namoros pertos que tive , esse é o que esta valendo a pena de verdade… E só pensar que esse amor começou de um olhar. Eu tenho fe e irei ama-lo ate os últimos dia da minha vida, e irei esperar com calma e paciência. Adorei o texto desta página

  40. Olá Milene! Vim te agradecer pelo texto pois meu namorado (que daqui 3 semanas, quando voltar de viagem vai virar noivo), está em um trabalho onde passa só 1 semana por mês comigo, e o resto viajando a trabalho. Estamos no estágio da “saudade infinita”, mas exatamente como no texto, tentamos terminar achando que não daria certo, e adivinha? 2 meses separados e voltamos desesperados de pânico por ter ficado “mais” longe. Obrigada pelo texto pois me deu coragem de continuar. Estamos a 4 anos e meio juntos, e ele é o amor da minha vida! Continue nos inspirando, beijos <3

  41. Lindo texto! Passei por isso no começo do meu namoro, sou do Paraná e meu namorado morava em Boston, realmente é muito complicado manter um relacionamento assim, passei exatamente por todas essas fases, foi muito difícil mas não me arrependo de nada! Depois de longos seis meses distantes o reencontro, e depois disso ja se foram 3 anos e 5 meses. Beijos

  42. Olha só… Mais um de um ano depois de você ter escrito esse texto, eu vim contar minha história. Estava fazendo um trabalho pra faculdade justamente sobre esse tema. E eu vivi um relacionamento à distância que, infelizmente, não deu certo. A parte que mais doeu foi escrever sobre isso e apresentar na sala de aula, sem poder chorar um pouco hahaha. Conheci o meu ex (que estanho chamá-lo assim) há cinco meses e logo nos apaixonamos. Moro em SP e ele, no RJ. Tínhamos planos sérios pra nós dois, até em casamento já falamos. Mas acredito que a vida não quis que ficássemos juntos, pelo menos por enquanto. Nunca conseguimos nos encontrar, por mil razões. Uma delas foi minha mãe ter sido contra o relacionamento, desde o começo. Acho que parte de nós dois também não estava preparado pra algo assim, tão sério. Acabou que nosso namoro se acomodou e a gente também. Terminamos há dois dias e ainda dói muito. Apresentei o trabalho na faculdade ontem e foi legal compartilhar minha experiência, mesmo pra turma da faculdade, que riu de mim e me chamou de louca por ter vivido algo assim. O fato é que eu quis. Eu quis viver um amor assim, complicado. Quis me envolver, me apaixonar daquele jeito. Eu só não esperava que fosse assim, que acabasse. No final das contas, ainda nos falamos. Todos os dias, quase o dia todo. Somos muito amigos e temos um carinho enorme um pelo outro. Não sei se ainda acredito que possamos voltar. Quem sabe o que vai acontecer daqui pra frente, né ? A vida tem dessas coisas… nos surpreende quando menos esperamos. Desejo toda a felicidade do mundo pra vocês.
    Caso alguém se identifique com a minha história e queira conversar, fica aqui meu email pra contato: gabimargato@yahoo.com.br
    Beijos <3

  43. olá. estou num relacionamento de 11.038,48 km. de distância. eu em Angola e meu amor em cuba. ja faz 1 ano e 2 meses de namoro, cursando medicina.
    nunca nada foi fácil viver esse tipo de namoro. mas pra mim todos casais deveriam passar pelo menos uma vez na vida nesse tipo. de relacionamnto. agente namora como estivéssemos perto e também quem foi que disse pra estar juntos deve estar perto. lhe Amo e Deus realmente está no comando desse Amor. obrigado

  44. Olá, amei o texto e me deu esperança rsrs, namoro a um ano e cinco meses a distância, e digo a vocês não é nada fácil, as inseguranças, os ciúmes, meu namorado é dos Estados Unidos, mora em Los Angeles, e eu… Brasil, Amapá… É muita distância, mas acredito que tem mais amor do que os meus antigos relacionamentos que não eram a distância, no começo eu até tentei deixar de lado ele, tentei terminar, mas não sei como, eu sempre o via em todas as circunstâncias da minha vida, e sempre o tempo nos levou de volta ao começo de tudo, e assim estamos, mais em breve vamos nos ver, e veremos como isso vai ficar

  45. Olá, amei o texto e me deu esperança rsrs, namoro a um ano e cinco meses a distância, e digo a vocês não é nada fácil, as inseguranças, os ciúmes, meu namorado é dos Estados Unidos, mora em Los Angeles, e eu… Brasil, Amapá… É muita distância, mas acredito que tem mais amor do que os meus antigos relacionamentos que não eram a distância, no começo eu até tentei deixar de lado ele, tentei terminar, mas não sei como, eu sempre o via em todas as circunstâncias da minha vida, e sempre o tempo nos levou de volta ao começo de tudo, e assim estamos, mais em breve vamos nos ver, e veremos como isso vai ficar, eu o amo muito

  46. O meu relacionamento a distância tem 9 anos, e nos vimos pela primeira vez sexta feira passada dia 18/12. Na verdade durou 1 ano, o primeiro ano… eram idas e vindas nesses 9 anos kk muita coisa aconteceu durante esse tempo, mas nenhuma outra pessoa perto de mim me fez ter a certeza que tive ali naquela sexta feira, é com ele que quero ficar, é ele que vale a pena todo esforço que eu poderia fazer para que dê certo.

  47. Oooooi eu namoro a distancia a 3 anos nunca nos vimos pessoalmente, eu sou de Salvador e ele é de Minas Gerais, e esse texto tem tudo haver comigo, rs’
    Ele é a melhor pessoa q já conheci e apesar da distancia eu me apaixono porele todos os dias e confio nele de olhos fechados no começo foi bem dificil mais agora não, agora eu sei que ele é o homem da minha vida a pessoa que eu quero envelhecer do lado o pai dos meus filhos meu melhor presente.
    Bjooos meninas

  48. Olá Milene, tudo bem?

    Eu sempre acompanho as postagens, me identifico com muitas coisas e levo comigo suas palavras (que tocam meu coração).
    Recentemente comecei um namoro à distância (dia 30/12 para ser mais precisa rs), moro em Floripa e ele em São Paulo. Ficamos cerca de 3 meses “dando um jeito” de se encontrar, eu fui para lá, ele veio e assim foi indo… Nos conhecemos desde 2014, mas esse nos aproximamos ainda mais. Nos momentos em que precisei, ele estava lá. Quando ele pediu por ajuda, eu fui o ponto de apoio. Então construímos um relacionamento muito bonito, com muita amizade e cumplicidade.
    Se fosse para escolher o caminho mais fácil, com certeza não estaríamos juntos. Resolvemos apostar no nosso amor e encontrar uma forma de fazer dar certo. Acho que esse é o primeiro passo para continuar construindo nossa história. Já estamos planejando os próximos encontros. Nosso namoro, nosso calendário hahahaa. O que importa é que estamos muito felizes e seguros da nossa decisão.

    Que você continue escrevendo e ajudando as pessoas com suas palavras! Parabéns pelo trabalho!

    Um beijo, Camila.

  49. Olá,

    Primeiro eu quero agradecer pelo texto que você postou. Não só por mostrar a sua história, mais sim mostrar que existe uma luz lá no fundo. Acho que vou visitar a sua página diariamente, pois irei passar pela mesma experiência, meu namorado vai embora para outro país. Eu nunca parei para pensar nos relacionamentos a distância e hoje estou aqui. Gosto de pessoas positivas, que nunca te mostra só o pior das coisas. E você me mostrou que pode ser diferente, mesmo as pessoas falando que não vai dar certo. Quero te parabenizar porque você ajuda muitas pessoas que estão passando e irão passar por isso (como no meu caso) e sei que só vai ser o começo agora, pois ele irá embora daqui 7 dias. Mais você faz a gente acreditar que o amor é forte e que vai superar tudo.

    Obrigada!

  50. Realmente é muito bom faz a pessoa ficar mais valorizada .. Vivo um relacionamento serio a distância e noivei .. E não é fácio .. Mais é bom .. To aprendendo muita coisa ..!!

  51. Eu e meu namorado estamos enfrentando isso atualmente. Irei passar algum tempo “indeterminado” em Portugal e eu sugeri que continuaríamos o relacionamento. Ele pensou, cogitou em terminar; tentou terminar, mas no fim, decidimos que tentaríamos. Atualmente estamos passando pelo momento 2 do seu texto, às vezes, quando estou com ele, começo a pensar na saudade que vou sentir e não consigo conter o choro. Ele me diz que tudo vai ficar bem, mas sabe como é o momento número 2, não é? Não sabemos se isso vai funcionar, mas sabemos que nós queremos muito que funcione. Faremos de tudo para que dê certo. Ver histórias como a sua só me dá mais coragem de tentar e tentar. Nos amamos muito e ele é a pessoal mais adorável com quem eu já namorei. Eu sei que parece ridículo ficar comparando relacionamentos, até porque cada um é vivido de forma diferente. Mas esse… Esse menino é tão diferente e ao mesmo tempo tão parecido comigo. Ele é a história mais linda que eu já vivi! Por ele, eu sinto que vale a pena sentir saudade e ansiedade para o próximo encontro.

    Obrigado por compartilhar a história. Vou assistir seu vídeo agora. Abraços ao casal!

  52. Oi meninas… Me identifiquei muito com o texto pq daqui menos de um mês meu namorado vai se mudar sozinho, e são mais de mil quilômetros de distância. Fico triste com isso pq sei que terão momentos nos quais eu gostaria de ter ele por perto, mas sei também que cada vez q nos encontrarmos, vamos aproveitar cada segundo juntos. Tenho medo de não aguentar a distância, mas ler esse texto me fez pensar de forma positiva! Beijoss

  53. Oi Milne sou o Rafael e eu sou de Recife, eu tbm namoro a distância e isso, é muito ruim, a saudade quando bate as lágrimas desce com vontade, a tristeza me maltrata valendo, e minha namorada morava aqui, e com meses de namoro a mãe dela decidiu morar em jaboatão, né tão longe mas é amor a distância, e agr ela tá pensando em morar com a avó dela, e agora em BOM JARDIM, e a saudade me maltrata mais e mais, quando ela falou que ia morar com a avó eu ainda fiz uma brincadeira com ela, eu falei: “Vou abandonar a guerra” e ela pergunto o que eu quis dizer com isso e, e falei que era em acabar, e quando eu vir a carinho dela de triste eu fali que tava brincando, que não tem distância nenhuma que vai nos separar porque se é amor eu quero levar pra sempre, ela é minha primeira namorada e vai ser a última, a distância pode fazer o que quis, mas se é amor vale apenas TUDO.

  54. Foi bom ler esse texto ! Namoro a 3 anos e meu namorado vai mudar de cidade pra fazer faculdade, tudo bem que são uns 80km (relativamente perto, comparando com Curitiba-Paris), mas se você soubesse o quanto eu to insegura. A ideia de não ter ele perto de mim nos meus dias de carência acaba comigo, mesmo ele prometendo vir a cada 15 dias e mais pra frente vir toda semana, eu não consigo ficar feliz com a ideia de ter ele longe. Sério, é horrivel. To odiando e não quero que ele vá, mas é egoismo da minha parte impedir. Só de pensar eu choro. Ai eu me faço mil perguntas “e se ele conhecer outra pessoas?” ” e se ele se acostumar ficar sem mim” são tantos “e se ?…” que dá até um aperto no coração. Tudo que eu quero é que esses 3 anos passem o mais rápido possivel pra poder ver ele todos os dias e que essa fase só fortaleça nosso amor <3

  55. Olá Milene, primeiramente antes de tudo, gostaria de te agradecer por esse texto maravilhoso que me esclareceu muito sobre uma serie de grilos que me incomodava.

    Pois bem, tenho relacionamento conturbado, muito conturbado por sinal, pois há 4 anos estamos nos relacionando à distância, por um período morávamos no mesmo condomínio, aí devido a uma proposta de trabalho ele teve que viajar para outro estado, tudo ficou mais difícil para mim, sentia mais saudade e vez ou outra falávamos por hiemal isso período 2013 à 2014, e depois de dois anos afastados ele voltou para São Paulo e só 2º semestre/2015, voltamos a nos comunicar, agora Whatsapp, mas as vezes ele some e reaparece e fico muito puta comigo mesma com essa situação, por não conseguir dá um basta de vez. Gosto muito, e não sei se existe uma reciprocidade a ponto de ele me procurar sempre por Skype ou Whatsapp. Detalhe, ele mora na zona Sul e eu na Oeste e depois que voltamos a nos falar nunca pudemos nos encontra. Preciso de um parecer seu..Obrigada

  56. Ola Milene
    gostaria de agradecer por todos os textos que você escreve, tenho acompanhado eles diariamente. E confesso tenho me identificado de mais. Nunca pare de escrever, isso é um dom que Deus te deu menina, e tenho certeza que assim como serve pra mim, você está ajudando muitas pessoas com os seus belos textos que encaixam como conselho em nossas vidas. Que Deus continue te abençoando hoje e sempre.
    Obrigada!

  57. Bom namoro há 1 ano e 1 mês sou do RJ e ela é de Manaus ,acredito que a distância acaba quando nos encontramos e estamos juntos agora quando estamos separados como agora é difícil ,mas seguir em frente juntos apesar da distância é o que há .seu texto foi emocionante ,imagino que para ambos os casos sempre vai ter uma solução ,eu não Sei o futuro .Deus quem sabe mas acredito nesse amor que sinto por essa mulher De bem longe ,enfim espero contar e dar dicas para as pessoas sobre namoro a distância no futuro .

  58. Olá Milene, como me confortou ler teu texto… Realmente não é fácil namoro a distância… Antes de me envolver, sempre tive receio com namoro, pois já me decepcionei muito, quem nunca?! Mas com o passar dos tempos fui deixando acontecer. Conheço ele desde de Março de 2015, se viamos todos os dias, conviviamos todos os dias juntos, sempre davamos um jeito… Quando chegou mês de Julho, ficou difícil se vermos, férias da faculdade dentre outros impecilhos, passaram alguns 3 meses e nossas conversas ficaram fracas, eram poucas vezes que conversavamos direito… Eu já tinha desistido, pensando que não ia dar em nada, que não ia acontecer nada mais entre nós… Mas me enganei, voltamos a se ver, e firmamos algo de verdade no mês de Dezembro de 2015… Quando ele me informou que iria estudar fora por 5 anos, meu coração já se apertou… E disse: E AGORA? COMO VAI SER E FICAR O QUE ESTAMOS CONSTRUINDO? – É não é fácil. Mas quem disse que seria. Mas a gente conversou sobre isso todos os dias, e decidimos ficar juntos, independente da distância, e a família dele apoia, mas 5 anos, é muito tempo… Mas tempo é remédio, como minha mãe disse, se for pra ficarmos juntos realmente Deus vai unir. Fazemos tantos planos, de viagens, do que fazer, pensamos até no futuro, onde morar, dentre outras coisas. Sabe, a gente se identifica tanto um com o outro, somos o casal topa tudo e que não deixa de aproveitar a vida juntos. Ele foi nesse mês de Fevereiro de 2016 dia 15 para Argentina, fui até a rodoviária me despedir, como comentaram acima, cada despedida é tão ruim, parece que passou uma faca de raspão… É, estou tentando ser forte, estamos dando um jeito de se comunicar todos os dias, nem que seja com um “BOA NOITE MEU AMOR, NÃO SE ESQUEÇA GOSTO MUITO DE VOCÊ”. Mas as vezes tenho vontade de não tentar, mas EU QUERO TENTAR, ELE QUER TENTAR. Então, tomei a decisão de INSISTIR. Porém, sinto saudades e isso dói, me dói, mas vou superar. E que Deus e todos ao meu redor não me abandonem, e nem meu namorado. Aliás Alice, obrigada pelo texto, isso me motivou, como todos os comentários aqui, quero ver onde vai chegar e como dito: SE O SENTIMENTO REALMENTE FOR VERDADEIRO, NÃO TEM O DAR ERRADO E NÃO IMPORTA A DISTÂNCIA NEM O TEMPO! Abraços pra todas (os), somos fortes e assim seremos.

  59. Muito Bom seu texto, eu li no momento certo, sabe aquele momento que todas suas inseguranças e medos ficam aflorados e somente da uma vontade imensa de chorar
    Bom eu tenho um relacionamento Brasil-Argentina, Eu Brasileira e ele Argentino, não é meu primeiro namorado mas o amor mais forte e genuíno que eu jamais pensei sentir por alguém
    Nos conhecemos por um atraso de um passeio no RJ, um erro que trouxe um grande amor, tivemos um dia lindo aos pés do Cristo porém só 6 meses depois em outro país esse amor realmente foi real
    O encontro: As pernas tremiam, o coração apertou e a barriga doía, Deus como podia amar uma pessoa que não beijava e vi somente por algumas horas e que amor grande e sim, eu amava, passamos momentos de grande amor e intensos
    A Despedida: Meu coração se rasgava, minhas lagrimas rolavam e meus sentimentos aflorados por deixar meu amor e ter que voltar a minha realidade, Deus a despedida parece a morte

    Um relacionamento muito forte nasceu, hoje estamos dois meses longes e aguardo os dias que não passam para ele chegar, em breve ele estará aqui
    Mas não é fácil, minha insegurança aumentou e meu ciúme também, a única certeza que tenho é que esse Argentino é o Homem da minha vida e que a Argentina se tornou muito perto comparado a um amor tão grande

    Meu recado: Não desistam, força pois quando Deus quer, nenhuma distancia separa

  60. Olá Milene!
    Nossa, como me emociona ler essa sua linda história de amor. Eu tenho passado por algo parecido e não está sendo nada fácil. Estou há sete meses em um relacionamento onde ele viajou a trabalho faz três meses e estou na etapa 2 dessa história. É difícil demais, não porque eu não confie nele, porque confio, mas sim pela necessidade que eu sei que os homens enfrentam. Tem momento que eu estou super forte, confiante e sorridente, mas tem dias que desabo. A saudade é algo inexplicável que doí muito e o psicológico mais ainda. A gente se conheceu em uma rede social, conversou mais nunca deu em nada, depois de quase cinco meses nos batemos e tudo aconteceu como se já tivesse que ser. Ler os depoimentos de diferentes pessoas aqui me ajudou bastante a manter meu pensamento forte, embora eu tenha orado demais pra Deus nos ajudar e nos guiar. Obrigada e parabéns pelo texto, um beijo!

  61. Simplesmente perfeita a postagem! Estou prestes a viver isso,e só Deus sabe o quanto meu coração esta dividido,dividido sim,é exatamente esta palavra. Ouvir comentarios como: “Ele indo embora,o namoro de vocês acabou!” “Ninguem vivi de amores a distancia,e quando bater a saudade,e a carencia?” machuca o coração de alguem que esta apaixonado,e principalmente por ser seu primeiro namorado!!
    Lendo essa postagem vi que tem como SIM superarmos as barreirsa e a distancia e sermos feliz,e no final de toda essa jornada vou provar para as pessoas que :”AMAR NUNCA FOI UM PAIS!”

    Muito obrigada por essas palavras,deu uma força no meu coração!

  62. Fato o meu marido me conheceu em janeiro 2012, em uma semana ele mandou um email pra avó dele na Polônia. Ele na época morava na Inglaterra e eu no Brasil em SP nos conhecemos pelo badoo e eu achava que seria só amizade, mas a vida me surpreendeu. Quando ele mandou esse email para avó dele com copia para mim com uma foto minha e disse essa será minha esposa…
    Algum tempo me pediu em casamento sem nunca ter me visto pessoalmente, sem nunca ter me beijado, e eu disse SIM…
    Ele me perguntou WILL U MARRY ME?
    E eu disse sim
    E ele gritou SHE SAID YES… SHE SAID YES…
    Em setembro do mesmo ano ele foi para o Brasil e preparamos toda documentação visto que ele é estrangeiro, em um ano, em setembro de 2013 nos casamos, em 2015 nos mudamos pra Inglaterra ele chegou um pouco antes aqui para se estabelecer e depois eu vim, e hoje temos o Leo o fruto do nosso amor da nossa loucura.
    Sim tivemos coragem de enfrentar todos os obstáculos para estarmos juntos. Deus nos ajudou e continua nos abençoando…
    Então quando um homem deseja estar com uma mulher e Torna-la sua pra sempre não existe desculpas ou obstáculos. Não existe distância, prova disso que ele disse que ia me buscar e realmente fez isso. Por amor a mim aprendeu minha língua, absorveu minha cultura e adotou minha família…
    Então meninas creia que existe sim príncipes por aí seja longe ou perto. Mas nunca se esqueçam que PRÍNCIPES CASAM-SE COM PRINCESAS.
    Então valorizem-se.
    Se amem, se cuidem e principalmente orem a Deus que ele concede o desejo do coração sim, Sl 37:5 fala sobre isso..
    E garanto a distância nunca foi desculpas para nós tbm…
    E eu amo sim de paixão meu príncipe polones…Patryk Stanczykiewicz
    I love u my lovely hubby…

  63. Então, estou namorando há pouco tempo, não é tão longe assim, mas por conta da rotina, trabalho, escola, família, etc.. Sempre nos encontramos de temporada em temporada, mês em mês, tem dado certo, mas aquela dor é horrível, às vezes acho que estou atrapalhando ela de viver, a fazendo sofrer, começo a ter pensamentos confusos e são muitos, chego ao ponto em que penso que eu nem deveria existir. Quando ela diz que está com saudade e que quer me ver, quer que eu esteja ali com ela, nossa! Aquela dor domina todo meu corpo pq não tem como eu ir, eu tenho me sentido péssimo.

  64. Namoro a distancia não é nada facil mesmo, quando comecei o meu namoro ele já estudava em outro estado, e como vc disse, a primeira coisa que vem é a negatividade, já achava que logo que ele iria embora tudo iria acabar ali, mas não tudo me surpreendeu, estamos poucos meses juntos mas a distancia um pouco mais de 1000 km. Tem momentos que da vontade de pegar o primeiro avião e ir correr parar os braços do amado, mesmo sabendo que o próximo feriado prolongado esta chegando e logo vamos nos ver. Mas também tem suas vantagens, é o quanto valorizamos o amor um do outro. Amo ele, e mesmo distante ele se faz presente em todos os momentos.

  65. Bom Milene,meu é Cícero,li seu texto ,que lindo acredito em amor a distância sim,hoje eu vivendo um,estava em situação que acabara de me separar,mas depois de tanto orar e pedir para que Deus colocasse alguém na minha vida,que Ele o fez,através de um site Oasis,conheci minha Alma Gêmeas,ficamos teclando virtualmente por 20dias até nos conhecermos pessoalmente e quando a conheci foi perfeito,algo que somente Deus poderia descrever e acredito muito que foi Deus que a colocou no meu caminho,pois ela é perfeita,igual a mim em tudo,e no seu texto coencide tudo o que hoje ocorre com nós dois, falamos sobre tudo,muitas vezes vem a fase insegura,por parte dela,que eu deveria arrumar uma pessoa de perto de mim,para que eu não sofresse tanto a sua ausencia,mas deste do dia que nos falamos virtualmente,sempre faço todos os dias um video,assim que eu acordo pela manha,dizendo tudo que conversamos na noite anterior,para que através do video ela possa me ver,me sentir perto dela,sem contar todas as msgs por sms,postagens que faço pelo face,whatsapp,sou um eterno romantico,eu vivo minhas noites,dias e tardes aqui escrevendo e postando somente para ela,para mostrar que por mais que a distância que hoje nos separa,ela é o motivo de hoje de manter forte e seguro,que logo tudo isso um dia vai acabar,que entre nós dois prevalesceu o amor forte,de confiança um nos outro,que À distância me ensinou coisas que nem o tempo poderia ensinar, percebi que não preciso dela para viver, mas sim que sem ela eu não vivo, eu simplesmente existo. que ela é meu motivo de levantar feliz…através de tudo que eu li sobre sua historia ,usarei com sua permição um lindo video que farei a ela,contando sua historia,para que outros casais possa de fato acreditar,que o amor verdadeiro existe e você é a prova que se possa dar certo…

  66. Olá tudo bem? Me chamo Regiane namoro a distância a 1ano e meio, estamos numa etapa do tudo ou nada, tivemos uma conversa muito difícil essa última semana, quase nos separamos foi como se eu estivesse caindo em um biraco sem fim, queremos ficar juntos, mais não sabemos como lidar com isso, dói absurdo em não estarmos juntos, nas horas que mais precisamos, além de noivo é meu melhor amigo é vice versa, contamos tudo, quando um está ficando fraco, o outro levanta e diz que vai da certo, to querendo me mudar para o estado dele, mais estamos sem recursos ainda para montarmos um plano para que não venhamos a ter necessidades, pois somos estudantes, mais meu nosso objetivo é estarmos juntos, só não sabemos como fazer isso.
    Parabéns por sua história, acredito que a nossa vai superar todos as fases. Fé em Deus.

  67. Ai que lindo. Chorei lendo. Estou vivendo esse namoro a distância. Irei ficar 5 meses sem meu namorado e parece que já são 10 anos longe. E o seu conselho eu sigo desde sempre, se a gente for ligar para as más línguas nunca vamos ser felizes.

    Belo texto. ❣

  68. Muuuito Obrigado por esse presente… tenho certeza que vc conseguiu passar nesse texto o que muitas de nós sentimos … Eu me identifico em cada item e quem me conhece sabe bem disso … me conforta saber que não sou só eu que passo por essa situação … Parabéns Milene por mais esse trabalho … bjinho

  69. Que ótimo que seu relacionamento à distância deu certo. É uma grande motivação para outros casais na mesma situação.

    Se o homem ama de verdade e quer que o relacionamento dê certo, ele consegue sim ficar muito tempo sem uma mulher por perto fisicamente, pois ele sabe que tem você.

    Ter confiança é realmente muito importante, senão acabará gerando muitas brigas e essas brigas podem levar ao término.

    Mas dá sim para sair com seus amigos, independente deles serem solteiros ou não. A vida não deve ser focada somente no seu amor à distância. Sair com amigos não é o mesmo que traição e isso os dois devem entender.

  70. Olá meninas, eu sei que pareço que estou no lugar errado, mas só vocês do sexo feminino poderão talvez suprir essa minha dúvida que está me corroendo por dentro, junto com uma saudade exorbitante e um sentimento de tristeza.

    A minha história é a seguinte: Tudo começou com essa coisa toda das olimpíadas e uma conhecida da minha mãe que mora em Curitiba postou na ´página dela se alguém poderia hospedar a filha dela próximo a barra da tijuca ou que tivesse um bom acesso ao local de trabalho dela. No exato momento minha mãe se prontificou e aprontou tudo para a filha dela (que não vou publicar no nome) vir quando as olimpíadas começassem. Então ela veio para o RJ e eu cedi o meu quarto à ela. Eu juro e digo isso de maneira sincera que me interessei por ela pela primeira vez só em ouvir sua voz. Achei uma menina tão independente e segura com suas palavras, o tom de voz doce, sabe? Então… Até o dia que chegou a hora d’eu conhece-la pessoalmente e então eu fui busca-la. Ual ! Ela desceu do BRT e eu vi aquela mulher linda que se destacava literalmente naquela multidão e me fez nem conseguir pronunciar o nome da pessoa direito ( Eu a chamei tão baixinho, que ela só escutou na terceira vez quando eu também encostei em seu braço). Aquele foi o nosso primeiro momento conversando, se conhecendo, trocando histórias, etc. Em seu segundo dia ela estava de folga e decidiu “turistar” comigo (tanto é que ela que me chamou para ir com ela). Nossa eu nunca fui a tantas praias e lugares no RJ em tão pouco tempo. A nossa conversa fluía da melhor maneira possível (e eu sempre fui tímido e não costumo falar muito), e sempre conversávamos sobre TUDO e o engraçado era que nós tínhamos os mesmos gostos e aptidões, mas tínhamos lá as nossas curiosidades também.

    Nesse mesmo dia aconteceu algo que provavelmente marcou a vida dela e a minha: Nós fomos furtados ( sim, não assaltados, mas furtados). Estávamos na orla de Ipanema e também voltando para o carro, quando um indivíduo entrou na nossa conversa e aparentemente não parecia ser “bandido” ( não por características físicas já clichês, mas eu digo por ele não falar nenhuma gíria e estar vestido com roupas de corrida, cabelo cortado decentemente, etc..). Quando chegamos no carro vimos que o anexo da bolsa dela tinha simplesmente desaparecido e não tinha como cair uma bolsa presa na outra. Enfim..
    Aquela situação mostraram duas coisas: O quão eu era bom em situações desse tipo e ela nem tanto; e a outra coisa é que fez a gente se aproximar de uma maneira muito forte.

    No terceiro dia a gente deu o nosso primeiro beijo (eu não precisei pedir, não precisei fingir que era alguém, não precisei me preparar, etc… Simplesmente aconteceu. E na época eu estava com cabelo grande e barba pra fazer, e ela tinha me falado que os gostos por rapazes dela era totalmente diferente do meu estilo de ser (cabelo preto, barba aparadinha, etc). Ela preferia os loiros e sem barba. Olha que coisa!

    Acabou que a gente viveu momentos intensos e que estavam caminhando para realmente um relacionamento mais sério. Eu juro que não estava forçando a virar a minha namorada ( tanto é que ela um dia sentou comigo e falou “Olha, eu preciso de um tempo pra pensar se realmente é isso que eu quero, pois a nossa realidade é diferente e eu estou com medo de que não dê certo ou que dê algo muito de errado). Outra coisa a adicionar é que eu fui meio que o primeiro “namorado” dela.

    Eu estava pretendendo oficializar agora no final do ano, que nós estávamos planejando uma viagem para o EUA (sendo que ela não iria pagar nenhum centavo dela, pois tenho facilidade de conseguir passagem aérea). Mas no meio do caminho, completando exatamente 46 dias juntos, ela decide desmanchar. Ela voltou pra Curitiba no dia 16/08/2016 e desmanchou no dia 12/09/2016, mas não foi algo do tipo “Olha, estou terminando com você. Tchau.” Foi algo mais do tipo “Estou confusa, tudo aconteceu tão rápido e eu tinha falando pra você que éramos para ir com a maior calma do mundo; entretanto tudo aconteceu de uma maneira tão rápida.. A sua família estava sabendo, uma parte da minha também já estava sabendo, e agora você já estava vindo até aqui conhecer meus pais ( eu ia dia 28/10/2016), e eu estou me sentindo pressionada de uma certa forma por causa disso tudo. Eu fui pra competição ( ela é nadadora e foi para uma competição em uma outra cidade do Paraná e falou que não iria poder falar muito, mas eu combinei com ela que pelo menos a msg de bom dia e boa noite eu deixaria lá pra ela ler e talvez se inspirar pros dias da competição) e nesse momento que eu estava sem contato com você durante esses 4 dias eu me senti menos pressionada com isso tudo que estava acontecendo (nesse momento eu desabei, porque aparentemente eu fui o causador de toda essa dor e essa pressão que ela está sentindo e que eu estou sentindo) e então eu acho melhor a gente se distanciar ( Eu fui a baixo nesse dia.. Comecei a chorar e ela também começou e dizia para eu não chorar, que o que ela tinha sentido era real e que inclusive o “eu te amo” que ela tinha dito, também era real). Foi tudo tão rápido, tão intenso que eu não consegui te acompanhar: Enquanto você estava confusa, você dizia que gostava de mim; Quando você estava me amando, eu estava gostando de você e agora que eu estava te amando, [eu não lembro o que ela falou depois nessa parte] … ”

    Ela então disse que não era minha culpa, que tinha ela sempre viveu na certeza quando estava sozinha e que agora que estava acontecendo tudo isso, estava pressionando ela. Disse também que não era merecedora de tudo que eu estava provendo a ela, que eu era um menino incrível e que eu continuasse da maneira que eu era, pois foi o meu jeito de ser que a atraiu da maneira mais intensa possível.

    [Gente vocês não sabem a tristeza que estou sentindo em relatar todas essas coisas que estão acontecendo.. Eu choro, sinto falta, me culpo, mas nada disso está me trazendo ela de volta]

    Então eu comecei a pedir conselhos.. Me disseram que se ela estava se sentindo confusa, que era melhor que eu me distanciasse e não mandasse mais mensagens e simplesmente deixasse ela se resolver e sentir a minha falta. MAS GENTE?! Como assim?! Eu sou muito racional e sentimental ao mesmo tempo, mas a emoção não me faz o menos sentido. Eu deveria mostrar que estou ao lado dela pra ela ver que não só nos momentos bons, mas nos ruins também eu estarei ao lado dela. Entretanto muitos dizem que é melhor pois assim ela terá um tempo melhor para pensar e se resolver.

    Eu com todo meu coração não quero perder a pessoa mais incrível que eu encontrei na minha vida. Eu não sou de ficar com ninguém ( acho isso muito raso), e sempre esperei e esperei, e quando eu consegui a menina que tinha o mesmo modo de pensar, de agir e de viver,… eu simplesmente a perco.

    Para complementar, ela disse que era pra a gente continuar sendo amigos por enquanto; disse também que talvez a gente nunca mais ficaria da mesma maneira que ficamos, mas que talvez algo de bom acontecesse, mas que só depois com o tempo isso seria respondido.

    Eu estou sofrendo de uma tal maneira que eu nunca senti antes ( eu que sempre fui tão frio, tão independente, estou me deparando com uma situação completamente nova e desagradável). O que eu quero que as pessoas entendam é que ELA É A MULHER DA MINHA VIDA. Eu não quero mulheres se jogando em mim; eu não quero arrumar outra; eu não sou “jovem” pra isso ( a propósito eu completo 20 ano que vem e ela também); eu não quero experiência pra uma próxima pessoa.. eu só quero ela de volta, pois eu nunca me senti tão sozinho e triste em toda minha vida.

    Eu estava com passagem comprada para dia 28/10/2016, e como minha cabeça está um pouco melhor eu decidir ir mesmo assim pra Curitiba, mas agora pra ficar num hotel e quem sabe ( se ela quiser, me ver novamente). Serão 44 dias (contando de amanhã – 15/10/2016) para ela esfriar a cabeça e pensar a respeito.

    Agora as questões que eu queria abordar são: A culpa foi minha? Eu pressionei demais? A melhor escolha é realmente se afastar, pelo menos até o dia d’eu ir até lá? Eu devo ir lá, mesmo com o propósito de vê-la como uma amiga? Vocês realmente acreditam que ela voltará para mim e que só o tempo irá curar a nossa situação?

    Peço a ajuda de vocês meninas. Um beijo a todas.

    1. Fala Matheus, sei que sou homem, mas acho que posso dar minha visão da sua situação. Acho que dizer que você pressionou demais ou foi culpa sua seria errado. Sentimentos são coisas que não podemos controlar e cada caso é um caso, Se você achou que fluiu naturalmente, porque você teria culpa? Acho que a única coisa que pode ter dificultado foi a pergunta ”aonde isso vai chegar?”. Realmente fica muito difícil você se relacionar à distância com uma pessoa se vocês não tem um objetivo. Já é difícil quando moram perto um do outro. Agora o que você tem que ter em mente é que toda situação é reversível, mas tem que acontecer naturalmente e sem pressão. Tenta conversar com ela e ver quais os pontos que a fizeram decidir não tentar. Com certeza não é uma decisão fácil a ser tomada. E com relação a sua ida para Curitiba, pode ter certeza que ela sabe que você não irá lá para vê-la como amiga. Porque eu acho que ainda está muito recente e teve sentimentos. Mas acho que no seu caso, com a passagem comprada, eu iria. Pelo menos para tentar uma conversa esclarecedora. Boa sorte!!

  71. nossa.
    namorei por 1 ano. eu aqui, ela na itália.
    ela veio pra cá, voltou pra lá e mais seis meses longe.
    depois ela voltou de novo, casamos. 4 anos.
    agora ela está lá de novo. mais seis meses. volta em dezembro. depois, mas uns meses.
    e aí, quem sabe, vou eu.
    nesse assunto, já estamos rodados, experientes, mas é sempre ruim, embora tb sempre tiremos boas lições.
    nunca ligamos e, agora, muito menos, para o que os outros falam.
    cada um por si e eu e ela contra todos! aliás, quase todos, pq sempre há uma alma que ainda acredita que pode dar certo!!!
    e seguimos assim, hoje distantes, mas sempre juntos!!!!

  72. Vivo um relacionamento a distância tem 1 mês. Nos conhecemos aqui no Rio de Janeiro, final de Maio de 2016. Ela é Inglesa. Nos apaixonamos e decidimos namorar a distância em Julho. Foi tudo muito rápido. Esse início está sendo muito complicado. Embora tenhamos planos, nunca é fácil. Ela termina a faculdade daqui a 1 ano. Eu apenas em 4 anos. Se tudo der certo ano que vem ela vem morar aqui para trabalhar e esperar eu me formar. Caso contrário, ficaremos em um relacionamento a distância por mais 3 anos!! Eu sei que poderia ir para Inglaterra e trabalhar lá após terminar a faculdade. Mas ficar 4 anos em um relacionamento a distância me assusta bastante. Espero que dê tudo certo. Com o meu relacionamento e com o de todos vocês. E se alguém quiser contratar uma inglesa super qualificada com inglês, espanhol e português fluentes entre em contato comigo por e-mail (brunoesskt@hotmail.com). Tenho certeza que ela será sua melhor funcionária!!! Beijos e abraços a todos e viva o amor

  73. Meu namorado vai embora para Orlando em janeiro e já me sinto com um medo tão grande de perde ele, ele vai ficar dois anos la e quer que eu vá junto quando termina meus estudos mas morar em outro pais nunca foi uma opção para mim, então estou confusa, amo muito ele mas as vezes tenho medo de esta atrapalhando ele então ai começa minhas angústias,não sei o que faço meninas me ajudem ai?

  74. Que texto lindo! Me identifico muito, estou vivendo essa realidade há três anos, e cada etapa realmente aconteceu/acontece, realmente temos um relacionamento muito forte, temos uma aliança que nos protege muito. Muitas pessoas me dizem a mesma coisa, não vai dar certo, é longe demais… mas parece que isso só nos fortalece, cada vez que eu ouvi isso e sofri me fez acreditar no nosso amor, me fez pensar que nascemos um pro outro e vamos ficar juntos. Ele é australiano e vive nos Estados Unidos e eu brasileira, a distância machuca muito, principalmente no início, mas encontramos meios de fazer isso doer menos. Ele é o meu melhor amigo e o amor da minha vida! É muito difícil conviver assim, mas quando nos encontramos parece que estamos em um pedacinho do céu e então tudo se torna muito mágico, até esquecemos tudo que passou. Eu sou muito feliz com ele! Quem está começando a passar por isso, acredite em mim, não vai ser fácil, vai doer, mas não desista do seu amor, vale mais a pena esperar um tempinho (que vai passar muito rápido) do que perder uma pessoa que te faz bem!

  75. Olá Milena namoro há 9 meses a distância com um homem mais velho que eu ele me trata bem se preocupa comigo se importa comigo diz que me ama eu acreito nele já conversou ate com minha por telefone sobre suas intenções comigo. O problema é que ele nunca veio me visitar ele mora em Minas Gerais e eu em São Paulo ele nunca veio me ver toda vez que marcamos de ele vir me ver ele diz que acontece um imprevisto e da errado já marcamos de viajar juntos e deu tudo errado ele me diz que os pais dele não aceitam nosso namoro por eu ser mais nova que ele. Eu acredito que ele me ame pelas atitudes dele comigo e por quando ter conhecido ele ter insistido pra gente namorar ele vive dizendo que quer casar comigo ,mas o problema é por que ele nunca veio me visitar? Sera que ele não me ama?

  76. Ooooi meninas obrigada por todos os comentários e pelo belo post…Bom eu venho de um grupos de girls super lindas e delicadas chamadas de A namorada do Missionário… Então nossos boys são Missionários de tempo integral e trabalham para o senhor. Temos várias restrições como não podemos falar com eles por redes sociais e nem ver eles. Mas podemos falar com eles 1 vez por semana por email durante 1 hora … E Skype é no natal e dias das mães. É muito difícil. A saudade é nossa companhia. Mas é um privilégio esperar eles. E poder ver fotos deles com um sorriso no rosto é maravilhoso. Eu particularmente tenho 17 meses de espera. Eu amo meu Missionário. Sei que o senhor abençoa sempre pq estamos fazendo o certo. No final ficaremos juntos pra sempre O amor perfeito é perfeitamente paciente. Da namorada de um Missionário

  77. Bom Vivo um relacionamento a distância a quase 2 meses apesar do pouco tempo distante sei que ainda vamos passa muito tempo distante mas smp se vendo 1 vez pós ano Por enquanto está dando certo Apesar de ele está a mais de 3mil km de mim sinto a ira dura pois como diz a música “Quem foi que disse que pra ta junto precisa ta perto” queria algumas dicas de como n deixa pesar muito o relacionamento e algum presente pra manda pra ele pois o aniversário dele está chegando e n sei oque fazee kk.. E esse último trecho do texto foi muito lindo pois muitas pessoas falam msm que não vai da Certo e dúvida bastante mas tenho fe q vai da certo e Parabens Pela linda história ❤

    1. Oi Leeh é meio dificil darmos uma sugestão, pra não conhecemos ele. Meu namorado é todo geek então eu sempre mandava presentes tipo: figure action, camisetas, cartões, Raspberry PI(è um mini computador), já fiz uma homenagem ao nosso relacionamento, sabe aquelas coisas que você acha bem brega..com as fotos dos dois e uma música de fundo. Ele morava nos EUA então eu fazia o que era possível.

  78. Muito bom o texto…
    Relacionamentos é bem complicado, é uma mistura de medo, incerteza, descoberta, muitas coisas….
    Não gosto de falar muito sobre, porém, me identifiquei com seu texto.

  79. Esse texto descreveu a minha situação com meu namorado, conheço ele a 8 anos. Ficamos 6 anos sem se ver, a dois anos a trás voltamos a nós encontrar. Ele deve praticamente um vida com outra mulher, e eu também passei a namorar. Ele morava muito distante de mim. Hoje ele mora bem próximo, um dia de viagem. Com esse texto me vez relembra muita coisas ja vivida com ele. Sofri demais quando ele deve que ir embora morar em Curitiba. Hoje estamos muito bem, e muito feliz.

  80. Sabe aquilo que você ta precisando “ouvir”, no caso ler, é tipo isso. Faz três meses q tô namorando e vivendo essa distância à 2 meses. Tô morando (estudando) na Bolívia e ele no Brasil, pelo menos existe férias p matar a saudade q as vezes parece q vai nos matar e curtir cada segundo ao lado de quem a gente ama. Vamo fazer dar certo! Obrigado por compartilhar tua história!

  81. Olá Meninas, vendo o comentarios de vcs me ajudou um pouco, também estou passando por isso, meu noivo está no Japão Alem da saudade ainda tem o fuso horario que atrapalha tudo :S ele vai ficar 6 meses, se passaram 3 são os piores da minha vida nunca, como la eles trabalham muito as vezes ele chega tão cansado que acabamos conversando tão pouco, ou ele acaba dormindo, é horrivel pq todos os dias a insegurança bate, o medo de perder ele bate, é uma coisa incesplicavel, todos dizem que não vai dar certo que ele está muito longe, mas nos amamos e tenho Fé que vai dar certo que vamos passar por tudo isso juntos.

  82. Oiiieee,

    Aaa me da um conselho,por favor, você ja passou por uma situação parecida e sei que vai entender… essa é a primeira vez que me apaixono e ele consegue mexer muito comigo. Nós nos conhecemos por um aplicativo pra aprender linguas e faz dois meses que conversamos todos os dias, ele mora no USA. É a primeira vez que me sinto assim e ele diz gostar de mim, mas não quer amar por causa da distância e diz que se importa comigo, mesmo quando eu falei pra ele que se ele não se importasse eu continuava gostando dele e queria ser amiga dele, mas que precisaria me afastar e ele não reagiu muito bem quando eu disse isso, que ele não quer q eu me afaste dele, só que td parece tão confuso as vezes… depois desse episódio ele tomava todo o cuidado pra eu não sentir como se ele não se importasse comigo, mas mesmo conversando todos os dias nos distanciamos um pouco e reagimos muito as atitudes do outro, agora estamos voltando a conversar com mais intensidade depois desse distanciamento, mas as vezes eu sinto como se ele estivesse mais receoso… ele, apesar de não saber puxar tanto assunto sempre vem falar comigo e mantem a convrrsa quando eu puxo e insinua muitas vezes que quer falar comigo mas não da o braço a torcer pra realmente me dizer o que quer… já conversamos sobre a possibilidade de eu ir pra lá no ano que vem e que mesmo que não venhamos a ter nada amorosamente queremos nos conhecer e estar na vida um do outro. O que as vezes me corrói por dentro é o como eu queria estar proxima a ele e poder olhar pra ele e ouvir a risada dele, é um pouco confusoainda mais quando eu consigo senti-lo,
    Você poderia me dar um conselho?

  83. Não sem sinceramente se conseguiria viver um relacionamento a distância. Sou muito de contato e presença e só em pensar em ficar muito tempo sem sentir o calor, o cheiro já fico triste. Para quem consegui ter esse controle só tenho aplausos, mas para euzinha aqui não dá não.

  84. Ola… Encontrei minha Chama Gêmea… Mas o problema nao é somente a distancia (eu em Zurique ele em Helsinque, na Finlândia). O problema que ele tem 2 filhos que nao moram com ele.. e como os meninos tem 8 e 10 anos e precisam muito do pai presente… Ele disse que temos que esperar 8 anos!! Eu ja tenho 45.. ele 37. Sinto que neste periodo tanta coisa pode acontecer. A passagem nao é tao cara, somente 3h de voo, mas os dias de férias pegam…. Enfim, vou rezar muito pra isso se resolver.
    Nos vemos 1 vez ao mes (um vai, outro vem) e vamos conversarmelhor no Ano Novo de 2018 agora.
    Temos confiança, a saudade nem doi tanto tendo em conta que somos adultos bem experientes, mas o amor, a paixao é GIGANTE e a falta fisica conta pra caramba…
    Que historia… Eu acredito que esses 8 anos possam durar 6 na verdade… Pra que ele venha, pois onde ele vive sao 7 meses ao ano sem sol…. Muito frio. Nao sei se aguento muito tempo, nem mesmo por amor.. pois se eu deprimo, dai nao eh bom pra ninguem. Alem do meu negocio dos sonhos ser atabelecido aqui.
    E que as coisas se estabeleçam ja que eu “lembro” que combinamos algo aqui nesta vida… Sim, é sem duvida nenhuma um reencontro.
    Boa sorte à todas que esperam o dia de ficarem muntos com suas Caras Metade!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *